terça-feira, 26 de agosto de 2008

Cinco Sentidos.


CINCO SENTIDOS
Eu só peço a Deus que a morte não me ache um dia solitária, sem fazer aquilo que devia e queria. (trecho adaptado da música de MERCEDES SOSA. Adaptação somente do título)Quando pensamos na vida, pensamos na morte. Pensamos em viver bem, em usar nossos sentidos, que alguns dizem ser quatro.Outros ainda dizem que temos o sensorial, a intuição, coisa de poucos. Creio que tenho, pois não são poucos, aqueles que me chamam de bruxinha. Que digo e as coisas acontecem. Isto que chamam de bruxaria, nada mais é senão usar bem os cinco sentidos.Não olhar apenas para dentro de nós mesmos, de nossas crises existenciais.É como se colocássemos, tivéssemos a visão de um ser em total abandono e nada fazermos.Algo que se banalizou em grandes cidades.Agora, se além de ver, agíssemos. Usássemos os sentidos para ver, depois ouvir, depois tocar, um simples toque. Será que teríamos coragem. A ousadia de transcender. Entrar dentro do outro. Como uma incorporação mútua.Uma cena utópica, digna de ser exalada de inverossímil. Um dança inusitada.Não chego a tanto, mas vamos morrer com medo, com medo do mistério, do amor do desconhecido.Não deixaremos nossa alma florir, porque um dia ela foi machucada pela dor.Quanta contradição. Deixar de explorar todo ser que sonhamos somente por medo.Meu amor venha intenso, venha sem medo. ”Venha com pisar firme.”"Nunca deixe que o amor te seja indiferente."Que a tristeza do amigo, que o olhar de quem te ama não tenha resposta.Nunca deixe tuas mãos paralisarem, nem para tocar amigo, nem para saciar que o desejo intenso de prazer.Nunca deixe que o teu querer seja menor que o teu amar, o louco gostar.Grita de dor, de prazer, de angústia, mas GRITA. Implora o Deus por teu querer.Sai desta inércia, não deixa que as forças se esgotem que aquilo que busca se perca.Quem é?Para onde te levas esta caminhar incerto,Este monte de contradição que faz aprisionar teu coração.Estás louco, sim estás. LOUCO E CEGO.Será o MEDO, A LOUCURA, a AMARGURA que coloca entre grades, coloca aprisionados teus intensos sentires.Senão fizeres nada por ti, por teu amor, pela mulher amada, faz então pela humanidade.Usa teus sentidos, idiota, usas para acalentar o próximo, para ver aquilo que realmente merece ser visto para sentir aquilo que vale a pena ser sentido.Fazes bondade.Fazes amor.Fazes justiça.Fazes mais ação.Fazes menos silêncio.Reconhece o que merece atenção: ATITUDE“Só um traidor faz mais estrago que um incêndio.”“Não deixe toda lágrima inocente desta gente.”Não deixa o sofrer de quem te merece ser indiferenteNão deixa a dor de quem sofre te ser indiferente.Se eu tivesse o dom de ser ouvida.Diria que fizesses da palavra, ação.Da razão, coração.Das dores, cores.Das mágoas contidas,histórias bem vivida.Sou o sexto sentido, aquele que vê além.Tá na hora de sair do sonho.E buscar bem além“Só não quero que a morte me encontre solitária, sem fazer o que eu queria.”Vagando como fantasma.
(Cris Poulain)


Cansada de esperar . Coisa que o mundo precisa demais.ATITUDE

Um comentário:

Heloozinha disse...

Olá Cris, minha amiga Strega!
Eu imaginava que eras bruxas, feiticeira e mulher com alma de fada!
Mas que grito na alma e este texto tantas reflexões tão significativas. Sabe Cris, a gente que tem alma de bruxa, que possiu este 5º sentido do qual você fala luta muito para poder ser feliz e sabemos bem que parte de nossa felidade é ver aquele que amamanos felizes também , porque não temos uma felicidade egoista, não queremos ser felizes sozinha, nossa felicidade só faz sentido na coletividade. E que possui este 5º sentido tem a alma meio selvagens aos olhos dos outros porque não se deixa dominar pelos esquemas toscos da ignorancia, do preconceito e da indiferenças. Temos a terceira visão um olhos para além dos olhos que nós faz mais atenta neste mundo de tanta desilusão e com tantos sistemas armardos. Quemos a PAZ, a ATITUDE, o AMOR, a OUSADIA, a DIFERENÇA, a ORIGINALIDADE, a MAGIA e temos um entendimento por vezes diferenciado do que seja a LOUCURA. Considero que a MORTE é a certeza e de um certo modo o maio medo de todo ser humano e que também desejo ter feito/experiemntado muita coisa antes que eka venha chamar-me. Cris te amo!!! Parabéns pelo magnífico escrito de sempre! Beijos